Demaquilantes Bifásicos: A Batalha

quarta-feira, 11 de junho de 2014


Neste clima de Copa do Mundo, apresento hoje uma outra batalha. Longe do mundo dos esportes está o nosso adorado mundo dos cosméticos, e, com tantos produtos que passamos no rosto, o demaquilante é essencial na hora de mostrarmos nossa beleza real! Os rivais de hoje são tão competitivos quanto Brasil e Argentina: Sephora, Clinique e Clarins.

Testei o demaquilante bifásico apenas no ano passado e ele mudou minha vida! É bem mais potente do que o em creme que eu tinha e fez possível o uso de máscaras à prova d'água, meu pesadelo no passado. Ele é uma mistura de líquido (que garante a ação emoliente) e óleo (responsável pela hidratação). Assim, o bifásico é mais indicado para quem tem pele seca, mas pode ser usado por qualquer pessoa. É super recomendado para a região sensível dos olhos, pois diminui o atrito entre o algodão e a pele, não agredindo esta área. Além de ser ali que passamos os produtos à prova d'água. Mas ele pode ser usado no rosto todo! Ah, você deve chacoalhá-lo antes de usar (as fotos abaixo foram tiradas com as duas fases já misturadas)!

Para fazer este post li alguns comentários/resenhas dos produtos a seguir e vi que tem gente que reclama que o demaquilante bifásico deixa a pele oleosa, tendo que lavar o rosto depois. Como já expliquei, ele é feito de óleo, ou seja, é super normal deixar este aspecto na pele. Todos eles deixam. E, como vocês leram aqui, o demaquilante serve apenas para retirar a maquiagem e deve ser seguido de algum sabonete ou outro produto de limpeza para remover o próprio demaquilante e possíveis restos de sujeira. Então isto não interfere em nada!

Waterproof Eye Makeup Remover - Sephora Collection (R$0,48/ml - R$0,39/ml)


Este removedor na verdade é da minha querida irmã, mas eu já usei várias vezes quando ainda não tinha nenhum bifásico. Ele estava na minha wishlist por ser um dos mais baratos da Sephora.com e por ter ótimas resenhas. Acabei não comprando, mas sugeri para a minha irmã, que queria testar algo para remover make à prova d'água. 

A marca diz que a fórmula contém "Hydrosenn+, que amacia e suaviza a textura da pele; Procapil, que promove o crescimento dos cílios; Pro-vitamina B5, que estimula a renovação das células e possui propriedades hidratantes". Eu diria que este demaquilante não reage contra a maciez, hidratação e textura da minha pele, mas não é um produto milagroso. Assim como os outros bifásicos, isso acontece por causa do óleo. Entretanto, como não deixamos ele agir na nossa pele (como uma máscara de tratamento, por exemplo) não espere nenhuma maravilha neste quesito. Quanto à questão do crescimento dos cílios, não reparei nenhuma alteração, mas eu não uso o produto dirariamente. Acredito que este é um suposto benefício pouco conhecido, pois não vi nenhuma resenha comentando se funciona ou não (então acho que ninguém sabe). 


Para mostrar o efeito dos demaquilantes, fiz três testes com os produtos mais difíceis de tirar: corretivo MAC ProlongwearSephora Cream Lip StainRimmel Kate Lasting Finish Matte LipstickLápis Urban Decay 24/7 Glide-On e máscara Benefit They're Real. Infelizmente acabei tirando apenas a foto com a primeira passada de removedor, enquanto nos próximos tirei da segunda também. Enfim, dá para perceber que saiu bastante produto! O corretivo e o batom da Kate foram removidos, mas os outros nem tanto. Consegui remover tudo usando apenas este mesmo algodão.

Ele é vendido em duas versões aqui, a de 50ml e a de 125ml, mas nos EUA já chegou uma de 200ml! Ele é o mais barato desta batalha, custando menos de R$0,50 por ml.


O Take The Day Off da Clinique é o único demaquilante bifásico que eu conheço que é todo transparente, o que não faz nenhuma diferença no seu funcionamento, mas pode fazer com que você esqueça de chacoalhá-lo antes de usar. A tampinha dele tem uma trava que pode ser difícil de vez em quando (li comentários de gente que quebrou tentando abrir), mas é ótima para viajar pois não vai vazar no seu nécessaire de jeito nenhum! Além disso, ele tem uma abertura maior do que seus rivais. Acho que depende da preferência de cada um (ou de quão desastrada você é), mas eu acho um tamanho ótimo porque uma virada no algodão já é suficiente para mim.


As fotos acima mostram que ele não removeu muita maquiagem na primeira passada, mas com a segunda foi quase tudo. Usei apenas um algodão com uma 'virada' para limpar o braço.

Ele é o segundo mais caro deste post, custando R$99,00 por 125ml. Este meu é mini e veio em um kit super legal da Clinique (mas era edição limitada).

Instant Makeup Remover - Clarins (R$0,83/ml)


O último competidor da batalha de hoje é o demaquilante bifásico da Clarins. Ele tem uma embalagem fosca super fofa e a abertura dele é a menor dos três. Ele é queridinho das blogueiras britânicas mas nunca foi para a minha wishlist por causa do precinho. Entretanto, fiquei feliz por comprar o Feed Kit (ainda está disponível aqui!), que vinha com ele e mais dois produtos da marca (mostrei aqui), e proporcionar dez refeições escolares em países carentes (um projeto super legal da marca)! 

A marca diz que ele é testado oftalmologicamente e que não tem fragrância. Esta última parte é uma mega mentira, pois ele tem cheiro sim! Aliás, o aroma é o que eu mais gosto neste demaquilante. É um cheirinho fresco e gostoso, a cara da ryqueza! Mas tome cuidado se sua pele é sensível a fragrâncias!


Acho que esta tentativa de remoção foi meio fracassada hehe, mas dá pra ver que saiu bem aonde eu pressionei o meu dedo. A máscara e o lápis são mais teimosos e demoraram um pouco para sair. Assim como os outros, consegui limpar o meu braço com o mesmo algodão e não precisei de mais produto.

Ele está disponível em uma embalagem de 125ml por R$104,00.

Veredicto

Eu fiz o teste dos swatches mais para mostrar para vocês, mas quando estou usando os demaquilantes não sinto muita diferença entre eles. No final, todos removem muito bem (exceto o rímel They're Real, que comentei aqui o quão impossível é) com a mesma quantidade de produto. O segredo do bifásico é deixar o produto agir no olho para depois 'esfregar' delicadamente. Coloque o demaquilante em um disco de algodão, encoste no olho por alguns segundos e depois mova o disco para retirar o resto. Assim você não machuca os olhos e sai muito mais fácil!

O nível de oleosidade é quase o mesmo entre os concorrentes (o da Sephora é um tiquinho mais oleoso), mas isso não faz muito diferença se for lavar o rosto depois, o que é o certo a fazer. Nenhum deles irrita minha pele ou meus olhos (a minha irmã, que tem pele sensível e suscetível a alergias, disse que o da Sephora arde um pouco se ela esfrega muito...mas eu disse que não é pra esfregar!).

Como os três são muito similares na qualidade, o preço acaba sendo um importante fator de decisão. E o mais barato aqui é o da Sephora. Sendo assim, eu recomendaria este se você está pensando em experimentar um bifásico ou se o seu acabou. Entretanto, gosto muito do da Clinique e do da Clarins e definitivamente os compraria novamente se fizessem parte de kits legais (que costumam ser mais em conta e vêm em miniatura, ótimo para levar em viagem) ou se estiverem na promoção. Além disso, vale dizer que a minha embalagem preferida é da Clinique (bem que só o da Sephora tem o mais prático de 50ml) e o da Clarins é o mais luxuoso (e cheiroso). 

Ah, se você for para os EUA, aproveite que lá eles são bem mais baratos ;). Veja o da Sephora aqui, o da Clinique normal aqui e miniatura aqui e o da Clarins aqui


Vocês já experimentaram algum demaquilante bifásico? Recomendam algum?

Seja o primeiro a comentar