Óleo de Limpeza: O que é + Resenha Josie Maran Argan Cleansing Oil

segunda-feira, 11 de agosto de 2014


Se você acompanha o blog e leu o post Cuidando da Pele - Passo a Passo, já deve saber que há demaquilantes em óleo no mercado (não escrevi sobre isto, mas mostrei o MAC Cleanse Off Oil, que é um exemplo). Eles não são novidade lá fora, mas começaram a fazer mais sucesso no Ocidente recentemente, após conquistarem diversas gurus de beleza.

Acho que tudo começou quando a youtuber Ingrid (Mizz Glamorazzi) comentou que amava o tal demaquilante da MAC. A partir daí, uma indicou para a outra e elas foram testando similares de outras marcas e se apaixonando por este tipo de produto. Porém, o cleansing oil (óleo de limpeza) já existe há décadas! Foi o Shu Uemura (aquele do curvex super famoso) quem lançou o primeiro, em 1967, no Japão.

Mas como um óleo vai limpar a sua pele? É tão diferente que tem até um nome: The Oil-Cleansing Method. A nossa pele produz óleo e, segundo a química, x dissolve x, ou seja, óleo dissolve óleo. Este método se resume a dissolver o óleo "sujo", trocando-o pelo óleo limpo. Explicando melhor, quando os diferentes óleos se juntam, "agarram" os óleos/ceras dos cosméticos que, emulsificados pela água, soltam a sujeira e o suor dos poros.

Como não remove os óleos essenciais e não contém ingredientes químicos fortes, o produto não deixa a pele seca (pois não tira a hidratação natural destes óleos) nem oleosa (pois quando você os remove, sua pele trabalha ainda mais para produzi-los, e você acaba ficando mais oleosa). Isto é o que os adeptos do método dizem. Entretanto, há quem discorde. Estes clamam que o óleo da pele é uma resposta aos hormônios que o nosso corpo produz constantemente e que dissolver o óleo da superfície não afeta o que acontece por baixo dela. Ou seja, a produção de óleo pelos hormônios continuaria igual. Ainda assim, mal o cleansing oil não faz não!

Há óleos de diversos tipos e específicos para cada tipo de pele: abacate (pele seca e madura), semente de uva (pele oleosa), amêndoa de pêssego (pele seca, normal e madura), semente de girassol, argan, tamanu e jojoba (todos os tipos de pele).

Resenha Josie Maran Argan Cleansing Oil

Como vários dos produtos que mostro aqui, quem comprou o Josie Maran Argan Cleansing Oil foi a minha irmã. Ele veio em um kit similar a este, com um Argan Oil e um Protetor Solar.

Resolvi tirar as fotos quando estava bem maquiada, para vocês poderem ver melhor como ele funciona. Foi no dia que fiz o Tutorial Make para Ahazar, em que estava usando base de alta cobertura e duração, lápis, delineador e a máscara Benefit They're Real (comentei aqui o quão difícil é removê-la).


Para obter o melhor resultado, deve-se colocar um pouco do demaquilante na mão e depois espalhá-lo no rosto seco. Na montagem abaixo mostro que começo pelos olhos (na verdade o meu primeiro passo é prender o cabelo para tirá-lo do rosto), que é a região mais difícil e com produto mais escuro. É importante gastar algum tempo massageando o demaquilante nos olhos para que ele possa dissolver toda a maquiagem. Não irrita os meus olhos, mas a visão fica um pouco embaçada antes de lavar.

Nas fotos abaixo dá para ver como dissolve mesmo a make, né? E o mais legal é que depois disso é super fácil de retirar! Quando entra em contato com a água, escorrega pelo rosto como se fosse água suja e não gruda na pele, ou seja, não fica com rastros de make pelas bochechas nem deixa a pele engordurada.


As gringas gostam de usar uma face cloth (toalhinha para o rosto) molhada com água quente para remover o produto. Mas ela vai ficar bem suja se você estiver usando muita maquiagem e o ideal seria lavá-la após cada uso, ou seja, bem trabalhoso. Eu removo no banho mesmo, com a água quente do chuveiro. O ruim é que não consigo olhar no espelho para ver se saiu tudo ou se precisava massagear mais o óleo.

Eu gosto muito de usar este cleansing oil para remover a minha maquiagem por ser muito eficiente e gentil com a minha pele. Porém não gosto muito da meleca que faz (a mão fica oleosa para abrir o box e a torneira)! Uso mais quando estou com algum produto difícil de remover ou para dar uma variada dos meus outros demaquilantes (falei deles aqui). Mas recomendo pelo menos testar para ver se dá certo para vocês.


O que vocês acharam? Curtiram a ideia de tirar a make com óleo?

Seja o primeiro a comentar