Forever 21 no Brasil - O que eu achei

terça-feira, 25 de novembro de 2014


Ontem postei minha opinião sobre o restaurante Olive Garden, que abriu este ano aqui. E hoje vou falar da Forever 21, uma fast fashion americana que está fazendo o maior sucesso desde que desembarcou no Brasil em março!

Quinta-feira, 20/11, foi feriado da Consciência Negra em algumas cidades, incluindo São Paulo (uhulll!). Como nem todo mundo emenda, pensei que seria uma boa eu ir (pela primeira vez!) na tão falada Forever 21 no dia seguinte, pensando que não estaria muito lotada. Me enganei.

Fui logo após o almoço e tinha um monte de menina lá! Tinha que ficar pedindo/dando licença enquanto tentava ver as roupas das araras. Por falar em araras, tem várias que ficam lá no alto e são inalcançáveis para pessoas com 1,63m! Pensei em procurar algum vendedor para me ajudar, mas eles não pareciam muito prestativos.

Esperava bastante coisa legal porque uma colega do trabalho (oi, Jéssica!) estava indo super estilosa após ter feito umas comprinhas lá. Tem muita coisa na loja, mas não muitas legais. Talvez seja comigo, mas eu não tenho muita paciência, ainda mais quando as coisas estão bagunçadas! Além disso, algumas peças parecem de qualidade mediana (sabe aqueles tecidos que devem pinicar até pensamento?), o que talvez não importe para alguns porque há muita coisa de modinha, então não vai ser usado por mais de uma estação mesmo.

Estava doida pelas calças jeans de R$34,90 e elas realmente existem! Mas eu não tinha ideia de qual era o meu tamanho (é medida americana, que leva em conta tamanho da perna e da cintura) e não sabia nem por onde começar. Quando entro na fila para o provador (tem dois, um em cada andar), que estava gigante, escuto o cara falando que só pode entrar com 6 peças e que precisa ir para o final da fila se quiser experimentar mais. Algumas meninas começaram a experimentar na fila por cima da roupa (tipo José Paulino) e um cara veio falar que não podia (mas elas obviamente continuaram).


Depois de 40min na fila, entrei com 5 peças (o provador é bacana...tem porta com tranca, diferente daquela cortina da Zara, que pode ser aberta por qualquer pessoa) e gostei apenas do vestido da foto acima (algumas peças não serviram, pois o tamanho menor é o P). Ele custava R$105, ou seja, não era barato como eu gostaria. Estava super na dúvida se levava ou não pois a fila do caixa também estava gigante. Felizmente escutei alguém dizendo que estava menor no andar de cima, e para lá eu fui. Foi rapidinho e ainda tive uma boa notícia: o vestido era R$95. Perguntei para a caixa e ela disse que a loja fica mais vazia de segunda a quarta e que lota no final de semana.

Honestamente, a minha vontade de voltar lá é mínima! Se você consegue dar uma passada com calma durante a semana, pode ser interessante. Mas eu não consigo (ahh, se eu ainda trabalhasse ao lado do Vila Olímpia...vai abrir uma lá em breve! E também no Bourbon, Eldorado, Oscar Freire Plaza, Campinas, Rio, Ribeirão e Goiânia) e continuo preferindo minha amada Zara!!


Você já foi na Forever 21? O que achou?

Seja o primeiro a comentar