Olive Garden no Brasil - O que eu achei

segunda-feira, 24 de novembro de 2014


Finalmente! Semana passada conheci a primeira (e, por enquanto, única) filial desta franquia americana de restaurante italiano. Eu nunca fui lá nos EUA, então minhas expectativas eram baseadas no que li e ouvi por aí.

 Lembro que uma menina da minha sala tinha falado que este era o restaurante preferido dela quando ia para Miami (porque eu sempre lembro das coisas mais inúteis e esqueço das importantes??), como ela era #phyna, minhas expectativas eram bem altas! O Olive Garden abriu no 3° andar do terminal 3 (o novo) do Aeroporto Internacional de Guarulhos em maio deste ano.

Minha tia/madrinha veio passar uns dias aqui em São Paulo e achamos que seria uma boa oportunidade experimentar este restaurante quando fôssemos levá-la ao aeroporto. Diferente do Red Lobster, o Olive Garden estava sem fila, o que é importante se você estiver atrasado, assim como nós estávamos. O cardápio tem uma versão em inglês e uma em português, e elas não são iguais! Tem fotos de uns pratos em um e de outros no outro, então é legal dar uma olhada nos dois. 

De entrada tem salada ou sopa. Todos escolhemos salada e ela veio em uma tigela bem grande (R$28,50). Estava bem temperadinha, muito boa! Também veio um pãozinho (breadstick) para cada um e estava uma delícia!! A fome era tanta que não deu tempo de tirar foto, mas é este aqui. Perguntamos para o garçom se a comida demorava muito e ele disse "10min"! E não é que chegou rapidão mesmo?

Foto oficial aqui

Eu fiquei muito interessada no Classic Shrimp Scampi Fritta (camarão frito com alho e vinho branco), mas ninguém quis snif snif. Daí pensei em pedir o Steak Gorgonzola Alfredo, mas achei meio grande e minha irmã não quis dividir comigo snif snif.

Eu e o meu pai escolhemos o prato acima, um macarrão com cinco queijos. Conhece o Spoletto? Então, é bem parecido, mas o dobro do preço. É o que eu imagino que seja um Mac and Cheese comprado no supermercado (eu nunca comi um!). A massa parecia pronta (por isso os pratos saem tão rápido) e alguns 'canudinhos' não estavam totalmente cozidos. Meu pai achou sem gosto. Eu até achei que tinha gosto, mas nada excepcional! 

Foto oficial aqui

Minha irmã pediu o prato acima (R$35,80), que vem com apenas um frango, não 2 como na foto do cardápio (este é o de inauguração, não está completo). Ela gostou do frango, mas achou o macarrão meio "blá" (palavra dela).

Foto oficial aqui

Minha mãe e minha tia pediram um prato parecido com o da minha irmã, mas vinha com berinjela a milanesa. Minha tia disse que gostou e minha mãe achou fraco (o macarrão era sem graça e não tinha tempero, segundo ela).

Não terminei o meu prato e pedi para embrulhar (por enquanto não tem taxa extra, mas o garçom disse que eles vão começar a cobrar). Além disso, assim como no Outback, o refrigerante tem refil. Nós pedimos apenas dois para dividir e o garçom não se importou! 

Os preços vieram bem parecidos com os dos EUA (um prato lá é entre $15 e $20 e aqui entre R$30 e R$50) e acho que quem gostava do de lá vai gostar do daqui. Mas deu para perceber que não achamos nada de excepcional, né? Com certeza não vale a pena ir até o Aeroporto só para isso. Mas se você estiver por lá (e o Red Lobster - que meus pais gostaram mais - estiver lotado), acho que vale para comer o breadstick e beber com os amigos! Ou para experimentar aqueles dois pratos e me dizer se são bons hehe!


E você? Já comeu no Olive Garden? Dos EUA e daqui?

2 comentários:

  1. To com muita vontade de experimentar esse restaurante, sempre ouvi falar bem da comida de lá. Adoro massas! Só é uma pena não ter no Rio e, ainda por cima, em SP só ter no aeroporto. Achei um lugar bem incomum pra abrir um restaurante desses hahahaha. Se pelo menos fosse no Congonhas né, mas logo no Guarulhos, longe pacas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Natasha! Infelizmente resolveram abrir todas as coisas legais lá no aeroporto hehe! Mas não deve demorar para abrir Olive Garden em outros lugares =)

      Excluir