Férias no Chile Parte VII - O que fazer em Santiago

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015


Quem diria que este descanso de oito dias daria uma série com sete posts!? Eu não! Mas acho que estava com saudades do meu antigo blog e me empolguei. Este é o último post sobre minhas férias no Chile e espero que vocês tenham se inspirado para viajar para lá!

Antes de tudo, vou falar o que achei do transporte lá em Santiago. Não andamos de ônibus nenhuma vez, mas eles eram bem velhos e depredados. Já o metrô era bem sinalizado e cobria todos os lugares da parte 'central' da cidade. Além disso, os vagões têm 'segurador' na região das portas, o que é muuuito útil #ficaadicahaddad!

Ah, já que mencionei nosso Prefeito...acho que ele tirou algumas ideias de Santiago...


Palacio de La Moneda - sede do Governo Chileno. Passamos por lá no dia 24 e estava fechado. É possível conhecer o palácio por dentro e visitar o Centro Cultural, que fica escondido abaixo e estava com uma exposição do Brasil.


Catedral Metropolitana de Santiago - para quem quiser agradecer e ver muito ouro. Nós ainda vimos o Cardeal do Chile dando entrevista para jornalistas. Fica na Plaza de Armas, o marco zero da cidade, ao lado do prédio dos Correios e do Museo Histórico Nacional (link - estava fechado no dia).


*Museo Chileno de Arte Precolombino (link) - museu bonito, conta a história da América do Sul. Tem um café fofo e uma lojinha. Meu pai esqueceu os óculos aí e horas depois, quando voltamos para pegar, turistas brasileiros tinham o deixado na recepção. Custa $3.500, mas é de graça no primeiro domingo do mês.


*Museo Nacionale de Bellas Artes (link) - não gostei muito das exposições que estavam lá no final do ano (muitas relacionadas à morte), mas vale ficar de olho no site para ver o que está acontecendo por lá.  Fomos no domingo, era de graça, mas nos outros dias custa $600. Atrás dele está o Museo de Arte Contemporáneo (link), que nós não fomos porque nem sabíamos da existência dele haha.


Barrio Italia - lugar muito gostoso para andar de bike, comer em um bistrô/café e fazer comprinhas nas galerias. Infelizmente fomos quando eu estava passando mal e não conseguimos aproveitar.


Bellavista - diversos restaurantes estilosos e música ao vivo à noite para bailar mucho ;) (veja mais aqui)


Calle El Golf - para quem curte arquitetura moderna a la Dubai, esta rua está cheia de prédios espelhados que se confundem com o céu. É o centro financeiro de Santiago e, mais importante, pertinho do outlet de make (falei dele aqui)!


Parque de las Esculturas - este era ao lado do nosso hotel! Não é super legal e diferente a ponto de pegar um ônibus/táxi e ir até lá. Mas, se estiver pelas redondezas, é um espaço muito gostoso para descansar ou até fazer um piquenique. Tem algumas esculturas bacanas e teve até um evento pop fechado para os chilenos rycos e phynos. Santiago tem muitos parques, então vale procurar antes para ver se algum te interessa!


*Os museus de Santiago não abrem na segunda-feira

Qualquer dúvida ou curiosidade que ainda tenham sobre o Chile ou Santiago, escrevam nos comentários ou mandem um email para mim!

Seja o primeiro a comentar