Resenha Neutrogena Deep Clean Fluído Bifásico Demaquilante

13.4.15


Quem já viu a propaganda da Neutrogena em que a moça está usando o demaquilante bifásico para retirar a maquiagem do olho sendo que é super óbvio que o olho já estava limpo? Então, apesar de isso me irritar um pouco, comprei o produto e hoje faço a resenha dele.

Semana passada mostrei aqui que eu tinha terminado dois demaquilantes (um da Josie Maran e outro da Sephora Collection) e, apesar de gostar dos dois, resolvi experimentar um mais barato para ver se valia a pena. Escolhi o Neutrogena Deep Clean Fluído Bifásico Demaquilante porque gosto dos produtos da marca (tenho o esfoliante – resenha, o protetor solar – resenha e o tônico).


Dos demaquilantes bifásicos que eu já testei (veja a batalha aqui), ele é igual ao da Clinique na questão da abertura larga (eu prefiro) e da cor. As duas fases são transparentes. Antes de usar, dou uma chacoalhada para misturar e ativar a fórmula e o líquido fica meio turvo. Costumo virar de uma a três vezes no disco de algodão (formando um Mickey haha), dependendo da quantidade de massa corrida. Quando estou com base, tiro primeiro a maquiagem do rosto, viro o disco, pressiono nos olhos e, se estiver com muita sombra e/ou lápis, repito o processo.

Da primeira vez que usei este demaquilante, estava com a máscara Benefit They're Real (resenha), também conhecida como A Máscara Mais Difícil de Remover. Fiquei impressionada porque ela saiu super bem, sem eu ter que ficar esfregando o algodão por toda uma vida. Nesta hora pensei que ele poderia ser o melhor e mais acessível bifásico ever! Abaixo tem um GIF com o processo de remoção de swatches dos produtos mais chatinhos que tenho. Primeiro usei uma haste flexível e depois usei um algodão. Só ficou uma leve marquinha do produto da Stila, que é um stain dos fortes.


A marca diz que não é necessário enxaguar depois, mas isto é errado (veja o porquê aqui)! Fui então lavar o meu rosto, primeiramente só com água, e percebi que o demaquilante tinha deixado uma camada escorregadia sobre a minha pele (dá pra ver no GIF que fica oleoso, né?). Eureca! Nesta hora eu entendi o que as pessoas queriam dizer com isto! Os outros três bifásicos que eu tinha experimentado tinham saído facilmente com água. Com este, o uso de um produto para limpar o rosto (seja gel, creme, líquido ou balm) é essencial! Assim, você pode retirar os restos de maquiagem e o próprio demaquilante. Acontece que, de vez em quando, mesmo depois disso, eu ainda sinto um "filme" sobre a minha pele, que só sai após usar o tônico (atualmente é o Tônico Facial Neutrogena).

Certo dia, minha mãe veio reclamar que tinha usado um produto meu que tinha deixado os olhos dela ardendo. Era este demaquilante. Estou usando há mais de um mês e não tive nenhum problema quanto a isto. A marca ainda diz que tem extrato de jasmin - seguro para os olhos - e que foi testado por dermatologista e oftalmologista. Ah, e nem cheiro tem! Talvez minha mãe seja sensível demais. Então, se você também for, melhor ficar longe dele.

Apesar da questão do óleo (a marca diz que é oil-free), achei este demaquilante muito eficiente. E se eu completar os passos de limpeza + tônico, que deveriam ser feitos diariamente mesmo, dá tudo certo! Recomendo! Não sei se vou comprar logo que acabar pois gostaria de testar outros baratinhos, como este aqui da Nivea e este aqui da L'Oreal, que são até mais baratos do que o da Neutrogena, que custa R$25 por 117ml (aqui).


Qual seu demaquilante bifásico preferido?

Você talvez goste

0 comentários

Siga no Pinterest

Curta no Facebook