7 dicas para economizar dinheiro

quarta-feira, 19 de julho de 2017


Para o segundo post da série sobre dinheiro, escolhi dar alguma dicas de como economizar. Quem me conhece (ou quem leu a TAG Falando de dinheiro) sabe que eu não sou a maior fã de gastar, meu negócio é economizar. Falar de dinheiro é complicado pois depende de quanto você ganha, de quanto você precisa gastar para se manter, do seu estilo e padrão de vida e das suas prioridades. Cada um gasta seu dinheiro do jeito que quer! Mas se você quiser economizar, continue lendo...

O primeiro passo é saber com o que você está gastando seu dinheiro. Sugiro fazer uma planilha no Excel (ou escrever em um caderno se você for das antigas, ou procurar um app se você for das novas) com todos os seus gastos (sim, até aquele trocado que você deu para o manobrista) e categorizá-los, assim como eu faço e já mostrei no Como gastei meu dinheiro em 2015. A partir daí você pode identificar quais despesas pode cortar/diminuir. Porque economizar é isso, gastar menos! Abaixo tem sete dicas bem práticas, que talvez não sirvam para você. Mas o objetivo é entendê-las e ver como consegue aplicá-las a sua realidade.

NÃO PEÇA BEBIDA (MUITO MENOS ÁGUA!) NO ALMOÇO
Quando eu trabalhava fora, meu VR era de R$26,00. Me dava ao luxo de comer em lugares bacanas, mas alternava com quilos mais baratos para ficar dentro do limite (e sempre consegui). Um ponto que ajuda muito é não pedir bebidas. São caras e atrapalham o processo digestivo. Se estiver muito calor, se a comida estiver muito picante ou se aquele restaurante tiver um suco delicioso, vai fundo! Mas se isto não se tornar um hábito, você consegue economizar mais de R$100 por mês, que pagam um rodízio de japa no fim de semana com o boy. Caso seja muito difícil, comece dividindo o refri com um amigo e lembre que água tem de graça no escritório ou na escola.

FAÇA SEU CAFEZINHO
Alguns gostam logo de manhã, outros preferem após o almoço, eu gosto lá pelas 15h/16h quando dá aquele soninho no serviço. Mas quando estava trabalhando perto de um Starbucks, passava lá antes do serviço diversas vezes por semana. Gastei uma nota lá (só no VR né) e engordei 7kg. Felizmente saí dessa e consegui não cair na das cápsulas de Nespresso. Beber cafezinho vicia mesmo! Mas que tal preparar o seu (é fácil, até eu consigo!) e deixar o Starbucks ou as cápsulas só uma vez por semana? Você vai economizar (uns R$60 por mês, dependendo de quanto você toma) e estes momentos vão se tornar mais especiais!

FAÇA WISHLISTS e JUNTE CUPONS DE DESCONTO
Tem correntes de pão-duros que dizem que o ideal para economizar é cancelar a inscrição de todas as lojas que lotam sua caixa de entrada. Eu penso diferente. Acho melhor continuar cadastrada para ficar por dentro de todas as promoções e cupons de desconto. Mas isso só adianta se você já tiver em mente o que "precisa" (ou quer muito) comprar e se você conseguir se manter fiel a esta lista. Acho melhor ficar babando nas coisas que não vou poder comprar mas aproveitar um desconto de 20% no que "preciso" do que ficar por fora e pagar mais caro! Falei mais sobre isso no post Wishlist de Beleza - Quanto vou gastar até o fim do ano?.

ESPERE O SEU ANIVERSÁRIO
Se você seguir a dica acima, lembre-se que muitas lojas oferecem descontos no mês (dia ou semana) do seu aniversário, então espere ele chegar! Outro dia minha irmã estava no caixa da Maria Filó, prestes a comprar uma calça, quando se lembrou que teria 15% de desconto no dia seguinte porque já seria o mês de aniversário dela. Ela deixou a compra para depois. Ah, quem tiver o Starbucks Card (é grátis) pode retirar qualquer bebida de qualquer tamanho de graça trinta dias a partir do seu niver. E, como já expliquei aqui, a Sephora dá um kit de beleza (este ano é da Caudalie) no seu mês. Aproveite estes presentes!

REAVALIE OS SERVIÇOS DE ASSINATURA
Primeiramente avalie a real necessidade de ter TV a cabo (esta reportagem da Exame pode te ajudar). Digamos que você acha importante, mas precisa do plano master blaster com Telecine e HBO? Prefere Netflix? Que tal dividir a conta com os amigos? Vai passar um mês de férias ou está em fase de provas? Cancele o Netflix neste período! Você pode usar o dinheiro que economizar para ir ao cinema quando voltar à rotina. Está gastando uma grana com o celular? Você passa boa parte do dia no escritório, na escola ou em casa. Se estes lugares tiverem wifi, você precisa pagar tanto pela Internet? Você usa muito fora de casa? Não é melhor aproveitar a companhia das pessoas que estão com você? Você pode compartilhar aquele vídeo com elas depois (usando algum wifi)!

VÁ DE TÁXI, CÊ SABE...
Antes de comprar um carro, faça as contas para ver se vale mesmo a pena! Carro, seguro, combustível, lavagem, estacionamentos, multas, depreciação, estresse. O brasileiro ainda tem na cabeça que carro é sinônimo de status e liberdade. Eu sei que isso depende muito da cidade ou até mesmo do bairro em que você mora, mas considere usar o transporte público. Isso não é "coisa de pobre" e ainda pode ser mais rápido! Conheço gente que mal usa o carro e ainda gasta dinheiro com übers e afins para sair à noite porque vai beber. Independente se você tem carro ou não, baixe o app Vah, que aponta qual app tem a corrida mais barata no momento. Tem vezes que minha amiga, ao invés de gastar R$3,80 no metrô, vai de motorista particular para o trabalho sem gastar nada.

RESISTA ÀS TENTAÇÕES! VOCÊ NÃO PRECISA DISSO
No ensino fundamental eu achava que precisava de uma mochila da Kipling e comprei uma algumas. Na faculdade eu achava que precisava de um iPhone (um tênis Osklen e um agasalho Abercrombie) e hoje fico feliz de não ter comprado um. É curioso como achamos que precisamos de coisas materiais para fazermos parte ou para simplesmente sermos. Do fundo do meu coração eu achava que PRECISAVA de um iPhone. Meu celular era velho, não funcionava direito e eu achava que celular era iPhone e ponto. Apesar de querer muito, não consegui gastar tanto dinheiro nele e comprei um Motorola na Black Friday de 2015 por uns R$800 (o que já doeu, foi o primeiro celular que comprei com o meu dindin). E ele foi suficiente para mim, atendeu todas as minhas necessidades e ainda está em perfeitas condições. O iPhone é mais legal? Sim. Tem uma câmera melhor? Com certeza. Tem Siri? Aham. Mas veja se você vai precisar disso tudo ou se só está comprando porque todo mundo no escritório tem um. E lembre-se que no ano seguinte ele já estará obsoleto e você vai sentir de novo que PRECISA de um novo iPhone. E pense nisso sempre que você achar que PRECISA de algo.


Independente se estas dicas fazem sentido para você, é importante ter em mente que não se deve contrair dívidas com despesas (como aquele batom que eu recomendei ou uma viagem internacional), apenas com ativos (como um carro ou um apartamento). Se você é jovem (74% dos meus leitores têm até 34 anos), lembre-se que a hora de economizar é agora e não quando você for o responsável por uma família.


Espero que este post tenha ajudado! Volte na sexta para saber o que fazer com o dinheiro que você estiver economizando ;)

2 comentários:

  1. Algumas pessoas nem sabem onde gastam o suado salário. Realmente precisamos estar atentos até com as pequenas compras, e principalmente naquelas que fazemos por impulso ou por pura necessidade de pertencer ao grupo. Com essas dicas,sua fama de ser pão dura só vai aumentar. Rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me importo se a fama aumentar, contanto que ajude os consumistas a darem uma freada hehe!

      Excluir